Tabus e verdades em relacionamentos gays

O que realmente importa e os tabus e crenças que devem ser eliminados nos comportamentos sexuais e amorosos!

Adicionado em: 05/04/2018 Compartilhe no WhatsApp

Verdade: O uso da camisinha em todas as relações sexuais, seja sexo oral ou anal é obrigatório! Diversas DSTs e especialmente o HIV estão por aí, contagiando e matando milhares de pessoas pelo mundo e, cada vez mais, o uso da camisinha é essencial em todas as transas! Está certo de que já existe um medicamento que “cura” o HIV, mas você trocaria poucos minutos de prazer pela incerteza dessas doenças?

Tabu: O papel de ativo ou passivo deve ser determinado sem chance de mudanças! Não seria mais justo e equilibrado se houvesse a liberdade quanto ao rótulo de passivo ou de ativo? Um aspecto interessante do relacionamento gay é justamente o fato dos parceiros poderem trocar de posição, nada de taxar um como ativo e o outro como passivo. Nunca deixe de fazer sexo como passivo por conta de um preconceito internalizado. O ativo pode ser passivo, não elimine possibilidades.

Tabu: Tipos físicos são importantes! Será? Há pessoas que só transam com bombados, outros apenas com gordinhos, tatuados, bem-dotados, barbudos, etc. Enfim, cada um tem um gosto único e peculiar, e a maioria não abre mão dessas características no bofe, deixando passar oportunidades de ouro na vida amorosa. Mas será que os tipos físicos são realmente importantes na hora da transar? Na hora H não é melhor um cara bacana que te leve ao prazer extremo e te faça gozar gostoso do que um cara que é o teu tipo físico, mas não te faz sentir tesão nenhum? Pense nisso!

Tabu: Tamanho é documento! O que vale mais: um grande pau sem condição de uso ou um pequeno bem ativo e esperto? A maioria das bichonas fica louca e molhada quando avista um pau grande, mas é só, porque na maioria das vezes, o bem-dotado é tão deslumbrado consigo mesmo que não consegue satisfazer o parceiro. Você já passou por isso?

Verdade: Cuidado com o sexo casual! Mudar de parceiro, a paquera, a conquista, tudo isso é realmente uma delícia. Viver a vida sem compromissos mais sérios, sem satisfações chatas, ter a liberdade de transar com quem quiser a qualquer hora é muito bom. Conquiste essa liberdade! Mas, às vezes a maioria confunde a liberdade com libertinagem e exagera. Moral da história: transar com quem se ama é a melhor experiência sexual que se pode ter na vida!

Verdade: O sexo é melhor com parceiro firme! Continuando na linha do amor, que leva ao maior prazer no sexo, invista em um relacionamento sério e duradouro, alguém com quem tenha experiências a trocar. Nada como saber o que faz o parceiro sentir prazer, olhares de cumplicidade, o aconchego, a surpresa do café na cama, e outros detalhes que só quem ama e convive sabe cultivar e proporcionar.

Tabu: Investir em relacionamentos héteros só para manter as aparências! É um erro enorme, mas que, infelizmente, acontece com muita frequência. É um tabu a ser superado! O fato de homens ainda terem que manter casamentos héteros por medo do preconceito, sem se sentirem felizes, é o cúmulo! Além disso, a paternidade é um fator determinante para que os relacionamentos se mantenham.  Essas pessoas, apesar de se reconhecerem como homossexuais, mantêm o casamento para não prejudicar a vida familiar ou profissional, e por medo de magoar os filhos ou familiares mais próximos. Esquecem totalmente de si mesmos!

Verdade: Cuidado com quem se relaciona! Homofóbicos estão à solta. Sim! Este é um cuidado básico na hora do sexo casual. Muitos rapazes gays que são garotos de programa, ou trocam de par com muita frequência, acabam caindo na mão de homofóbicos, sofrendo agressões físicas e psicológicas. Resultado comum: ficam devastados por um longo tempo,  sendo alvo fácil da depressão e das drogas. Respeite o seu corpo e as suas emoções.

Verdade: Muito cuidado com os relacionamentos abertos. Este é um dos maiores erros que o casal gay pode ter. Apesar de ter um par fixo, muitos homos não resistem a uma escapada, quando não a muitas, e acabam deteriorando o relacionamento em curso, fazendo com que o parceiro também procure outros affairs, ou simplesmente comece a questionar e a repensar o caso. Quando tiver certeza do desgaste, seja franco, abra o jogo e só assim parta pra outra!

Tabu: Não divulgar o relacionamento é um erro! Mas, acredite, esconder o relacionamento gay é melhor! Muitos homossexuais acham que devem sair contando pra todo mundo que estão em um relacionamento superlegal com um bofe, e que esconder isso é pra lá de ruim. Mas, a realidade é bem outra. Mesmo em relacionamentos héteros, a divulgação da vida pessoal, sem filtros, é um erro enorme. Só desperta curiosidade, falatórios maldosos e ciúmes. Aproveite e cultive mais o lado misterioso, mais discreto. Deixe para demonstrações de carinho e cenas de desejo para lugares reservados e o mais longe possível da família e dos amigos. Tem mais chance de dar certo e durar!

Tabu: Devo ceder às vontades dos outros! Não faça isso! Não há como evitar os conselhos e palpites de amigos e familiares a respeito do parceiro amoroso. E se você for ouvir todos eles estará ferrado! Vá atrás somente do que o seu coração e o bom senso indicarem. E no relacionamento também não contemple somente as vontades do parceiro. Não esqueça de que vocês são um par formado por duas pessoas e, normalmente, cada um tem as suas necessidades individuais, seja de lazer, sexo, emoção e aspirações e que precisam ser respeitadas.

Tabu: Todo homossexual tem vida sexual promíscua! Até certo ponto sim! Os gays, que sofrem tanto preconceito, e por terem se livrado de um dos maiores tabus sociais, que é o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo, acabam levando essa ausência de tabus a extremos. Este comportamento faz com que a maior parte acabe se tornando promíscua, o que resulta em relacionamentos homossexuais instáveis. Mas, nem todos são assim, uma grande parcela sonha com um casamento estável, sólido e com amor, exigindo e dando fidelidade e parceria.

Verdade: Enfim a maior verdade é a autenticidade, mas sem chocar os que o cercam e que, normalmente, dedicam a você amor e carinho. Cuide do próprio corpo com cuidado e respeite o seu parceiro! Seja feliz!

Tabus e verdades em relacionamentos gays

O uso de preservativos em todas as relações sexuais é obrigatório! Diversas DSTs e especialmente o HIV estão por aí... Não vacile! (Foto: Internet)

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
* O seu comentário passará por uma moderação antes de ser exibido no site.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, sem autorizaçao escrita do 'Ponto Gay' ou do detentor do copyright. Os textos e as imagens (fotos, ví­deos, ilustrações, etc.) de todas as páginas do 'Ponto Gay' são protegidas pela LEI DO DIREITO AUTORAL, não sendo permitidas cópias ou divulgações por qualquer motivo ou justificativa, nem mesmo com autorização das(os) modelos. Infratores serão punidos na forma da lei.