Por que alguns gays casam com mulheres?

O fato acontece por medo da revelação aos parentes e pelo desejo de ter uma família dita normal e ser pai.

Adicionado em: 30/04/2018 Compartilhe no WhatsApp

Décadas atrás, quando o preconceito contra os homossexuais era extremo, a grande maioria dos gays se casava com mulheres. Esse comportamento era explicado pelo medo e pela pressão familiar.

Esses homens eram, em sua maioria, mais velhos, sendo que muitos casaram nos anos 70 e 80, quando a sociedade era mais hostil aos gays. Mas por que  eles se casaram? Normalmente porque a família ou algum membro da comunidade colocava na cabeça que a atração pelo mesmo sexo era uma fase e que um casamento normal, isto é, com uma mulher transformaria o bofe em um homem de verdade! Eram, e continuam sendo, imposições de uma sociedade injusta e preconceituosa que, apesar das manifestações de aceitação, ainda vê com estranheza os relacionamentos homossexuais.

Existem, no entanto, muitos outros fatores que levam homossexuais a se envolverem em um casamento heterossexual, pois mesmo nos dias de hoje, com uma aceitação que só tende a aumentar, uma significativa parcela de gays continua escolhendo esse mesmo caminho. Alguns experimentam desejos homoafetivos na adolescência, contudo, às vezes, demoram a se perceber como gays. Acabam se apaixonando por uma mulher e só mais tarde aparece a certeza da homossexualidade, mas aí já existem filhos e optam por não desmanchar o casamento.

A vontade de ter filhos também leva alguns homens, mesmo sendo gays, a se casarem com mulheres. Esse casamento tradicional se mostra como a única alternativa para a realização do sonho de ter uma família. Depois de casados, mesmo infelizes, optam por continuar com a relação, com medo de perderem a família. Poucos conseguem coragem suficiente para caírem fora dessa mentira e seguir a vida com as próprias escolhas.

Vários gays ainda casam com o sexo oposto, assumindo o papel de héteros e vivendo uma vida nada fácil. A suspeita do parceiro, conflitos interiores, o dia a dia de mentiras e segredos, levam a uma vida conjugal cheia de problemas, dúvidas, discussões e conflitos diversos, com uma rotina infeliz e desgastante.

Mas, mesmo sendo uma vida conflituosa, muitos casais escolhem ficar juntos como melhores amigos e pelos filhos, que desejam resguardar antes de tudo. O segredo, normalmente, fica entre o casal, como meio de preservação mútua.

No entanto, uma grande parte desses gays acaba vivendo uma vida dupla. A familiar, com esposa e filhos; e a homossexual, com outro parceiro, normalmente, relação ocasional e passageira. Terapeutas especializados em relacionamentos homofóbicos orientam à sinceridade e o diálogo franco. Fica mais fácil contornar essas situações, quando há honestidade e transparência na relação conjugal e o parceiro confia e aceita a escolha sexual do outro. Por outro lado, quando acontece a surpresa, há uma revolta muito grande e, na maioria das vezes, a relação conjugal não se sustenta.

Inclusive para manter o status, fazem a promessa de que não manterão mais nenhum relacionamento gay, mas será que conseguem manter a promessa? Dificilmente isso acontece, pois a emoção e a busca do par ideal falam mais alto. Portanto, a cumplicidade entre o casal leva à aceitação de relacionamentos externos, tanto de um quanto do outro, minimizando o atrito e a infelicidade.

Como consequências graves desses casamentos héteros, além do ambiente familiar insatisfatório, há a presença de quadros de depressão por vezes tão sérios que levam ao suicídio e ao vício no álcool e drogas. Como seria de esperar, a decepção com o casamento hétero acontece tanto para o homem quanto para a mulher, que se vê desprezada pelo parceiro. Enfim, não é uma vida legal para nenhum dos dois.
 
O que leva estes homens a enganarem suas mulheres e a terem filhos de quem escondem as suas sexualidades? Simples, o medo. Além do fato de que enganaram a si mesmos por tanto tempo, é difícil, agora, admitir as próprias escolhas. Infelizmente, essa prática de viver dentro do armário tempo demais ou mesmo para sempre, ainda acontece, é um modo de fugir da dor da revelação e das pressões externas que fazem sufocar a verdadeira essência de cada um.

Hoje, em dia, quem passa por esse tipo de coisa, revela que não desejaria manter o relacionamento hétero, e o que os levou a esse tipo de casamento foi a imaturidade sexual e a incapacidade de gerenciar os próprios conflitos. Alguns não conseguem se livrar ou o processo de separação é lento demais, mas todos são unânimes em afirmar que a orientação sexual não é uma escolha, e não há como fugir disso, aconselham a sabedoria de enfrentar, na hora certa, o desafio da revelação, com todas as consequências, pois é dessa decisão que depende a felicidade e a satisfação pessoal!

Por que alguns gays casam com mulheres?

A maioria dos gays que se casam com mulheres não conseguem esconder por muito tempo a sua verdadeira opçãos sexual! (Foto: Internet)

4 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
* O seu comentário passará por uma moderação antes de ser exibido no site.
11/05/2018 - 20:08h

Muito lindo tudo

10/05/2018 - 12:16h

Porque gosta e pronto!

08/05/2018 - 00:13h

É muito legal

07/05/2018 - 16:01h

Legal


Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, sem autorizaçao escrita do 'Ponto Gay' ou do detentor do copyright. Os textos e as imagens (fotos, ví­deos, ilustrações, etc.) de todas as páginas do 'Ponto Gay' são protegidas pela LEI DO DIREITO AUTORAL, não sendo permitidas cópias ou divulgações por qualquer motivo ou justificativa, nem mesmo com autorização das(os) modelos. Infratores serão punidos na forma da lei.